A forma mais fácil de descobrir fraudes de quilometragem e acidentes

Vehicle history report by VIN

Como usar o decodificador de VIN, para verificar um número VIN?

Usar o nosso verificador de VIN universal não podia ser mais fácil:

  1. Insira o VIN de 17 caracteres do seu veículo no campo Insira o número VIN.
  2. Clique em Verificar Carro.

Na maioria dos casos, o Decodificador de VIN irá fornecer algumas informações básicas gratuitamente. Esta informação deverá ser suficiente para:

  • Verificar se o VIN é verdadeiro
  • Confirmar que o VIN corresponde ao veículo que está a verificar
  • Ajudá-lo a decodificar o número, ao dividi-lo em diferentes partes

Para aceder a mais detalhes sobre o veículo, como registos de quilometragem, danos, fotos antigas e registos de roubo, pode obter um relatório de historial da carVertical.

O que é um número VIN (Número de Identificação do Veículo)?

Um Número de Identificação do Veículo (VIN) é um código único que identifica (quase) qualquer veículo no mundo. Os fabricantes automóveis começaram a usá-lo em meados do século XX, mas, sem padrões rigorosos, todos os fabricantes criavam os seus próprios VIN - com diferentes tamanhos, significados, etc.

O padrão atual foi emitido em 1981. Este requer que os VIN tenham 17 caracteres, sem as letras O (o), I (i), e Q (q), para evitar confundi-los com números semelhantes – 0, 1, e 9.

Um número VIN automóvel é dividido em várias secções. Cada uma delas detém informações únicas sobre o ano e país de fabrico do veículo, características, opções, etc. E, embora possa ser difícil entender o significado do VIN, decodificadores de VIN como o nosso são um bom local para começar.

Mais importantemente, pode usar o VIN para aceder a registos em bases de dados globais. Estes são muito úteis, na compra de um veículo usado - ajudam-no a evitar fraudes, como alterações no conta-quilómetros, danos escondidos e não só.

Como encontrar o número VIN do veículo?

Visto que o VIN é necessário, para armazenar vários registos e para fazer um pesquisa de VIN, tem de saber onde o encontrar. O código encontra-se sempre em locais seguros no veículo, para que ninguém o possa, acidentalmente, danificar ou remover. Estas são as localizações mais comuns de números VIN:

  • Debaixo do capot – o Número de Identificação do Veículo está, muitas vezes, localizado na frente do bloco do motor
  • Painel de instrumentos, do lado do condutor – saia do carro e procure-o por detrás do para-brisas
  • Quadro da porta do condutor – abra a porta do condutor e procure um placa de VIN no lado de dentro do quadro
  • Na extremidade frontal do quadro – em veículos mais antigos, encontra-se, muitas vezes, no arco interior da roda dianteira
  • Firewall – alguns carros mais antigos têm o VIN na firewall, que está entre o interior do carro e o compartimento do motor.

Estas são as localizações no carro, mas também pode encontrá-lo nos documentos de titularidade do veículo (livrete) e no certificado de seguro. Lembre-se que todos os VIN devem ser iguais.

Que informação é dada pelo Decodificador de VIN e pelo relatório de historial automóvel?

O pesquisador de VIN da carVertical analisa bases de dados de oficinas e concessionários, relatórios de venda automóveis e empresas de aluguer em todo o mundo e fornece-lhe todo o tipo de informações, desde verificações de quilometragem regulares a fotos de danos.

Enquanto um decodificador de VIN gratuito apenas fornece dados básicos, isto é o que pode saber, com um relatório de historial de veículo completo da carVertical:

  • Alterações na quilometragem
  • Registos de roubo de agências policiais
  • Danos (por vezes, até fotos, após acidentes)
  • Datas de inspeção e registo
  • Dados de título do veículo (se foi usado como táxi, carro de aluguer, policial, etc.; se sofreu danos por inundação, entre outros)
  • Equipamento original
  • Problemas específicos do modelo e avisos de segurança do fabricante
  • País de origem e ano do modelo

Pode ver o que uma verificação de VIN lhe pode oferecer com o nosso exemplo de relatório de historial do veículo

Entretanto, o Decodificador de VIN gratuito pode revelar-lhe os seguintes dados do carro:

  • Fabricante
  • Modelo
  • Ano
  • Informações básicas do equipamento
  • Decomposição do VIN

Não ponha em risco a sua segurança, quando comprar um carro usado – insira o seu código VIN no nosso decodificador de VIN e revele possíveis problemas de segurança de imediato.

Artigos relacionados:

Verificação de VIN gratuita vs. relatório de historial automóvel - porque são diferentes?

Se já conhece relatórios de historial automóvel e decodificadores de VIN gratuitos, provavelmente, já sabe a diferença na quantidade de informação que oferecem. A razão para isto é simples – a maior parte da informação não é gratuita.

Um verificador de VIN gratuito oferece dados que são acessíveis gratuitamente. Podemos sempre dizer-lhe a marca, modelo e ano de fabrico do carro. Em alguns casos, até podemos aceder a mais informações: ex.: para alguns carros, podemos dizer-lhe as especificações básicas do veículo. Tecnicamente, pode procurar toda essa informação na internet, mas um verificador de VIN faz isso em segundos, poupando-lhe muito tempo.

A informação que o nosso Decodificador de VIN gratuito consegue encontrar varia de um veículo para o outro.

No que diz respeito ao relatório de historial completo, nós analisamos várias bases de dados pagas, em todo o mundo. A carVertical construiu fortes relações empresariais com leilões, seguradoras, fabricantes e outras instituições, para obter tanta informação fiável e valiosa quanto possível. 

Esta informação, não só não é gratuita – um indivíduo normal não consegue simplesmente comprá-la.

Como decodificar o Número de Identificação do Veículo (VIN)?

O número VIN consiste em 17 caracteres, que são divididos em várias secções. E pode, tecnicamente, decodificar um VIN, sem usar um decodificador. Cada caractere tem um significado fixo.

Identificador Mundial do Fabricante (WMI)

A primeira secção, conhecida como o código WMI, tem três caracteres. 

  • O primeiro mostra o país de origem e pode variar entre o número “1” (EUA) e a letra “Z” (Itália)
  • O segundo caractere mostra o nome da marca. Por exemplo, “A” é para “Audi”, “B” é para “BMW”, "N" é para "Nissan". Contudo, por vezes, "A" representa fabricantes Britânicos ou "R" pode representar "Audi". É por isso que é necessário um terceiro caractere na secção WMI.
  • O último revela a divisão do fabricante ou se é um sedan, descapotável, SUV ou outro tipo de carroçaria.

A estrutura da secção do Identificador Mundial do Fabricante é um pouco diferente, quando o veículo não é produzido em massa.

Secção de Descrição do Veículo (VDS)

A segunda secção é a Secção de Descrição do Veículo (VDS) e consiste em cinco caracteres. Estes contêm informação sobre o tamanho e tipo de motor, sistema de travagem, série, modelo e carroçaria do carro. Cada caractere representa características diferentes e o seu significado depende do fabricante.

Secção de Identificação do Veículo (VIS)

Os últimos 9 caracteres são a Secção de Identificação do Veículo ou VIS. A informação nesta secção é diferente, dependendo se o fabricante é americano, europeu ou asiático.

  • Para veículos americanos, os primeiros 2 dígitos designam o ano do modelo e fábrica de montagem, enquanto os restantes caracteres são um código de série.
  • Nos veículos europeus, o VIS apenas tem de fornecer uma "identificação clara de um veículo específico".

Não há dúvida de que muitos veículos terão a mesma configuração e serão montados no mesmo local. Por isso, a única diferença entre os seus VIN será o número de série.

Perceber o ano do modelo sem uma tabela é complicado. Por exemplo, enquanto “1” é 2001 e “2” é 2002, “A” é 2010, e “B” é 2011.

Cada fábrica de montagem também tem a sua codificação. Por isso, é melhor encontrar primeiro o caractere e depois pesquisá-lo.

Dígito de verificação

Esta é a secção mais pequena e tem apenas um caractere – um “dígito de verificação.” Este dígito é o resultado de uma operação matemática, usando todos os outros caracteres do VIN, numa fórmula.

Se, pelo menos, um caractere for falso ou incorreto, o resultado não irá corresponder ao dígito de verificação. É possível calcular o dígito de verificação sozinho, sem realizar uma pesquisa de VIN.

Em carros dos EUA e chineses, o dígito de verificação é sempre o 9º caractere do VIN. Os veículos da UE não especificam a posição exata.

Porque é que o VIN é importante?

O VIN é como o número do cartão de identidade de uma pessoa - é o principal identificador e detentor de informação. O código VIN não é apenas importante - é necessário, se quiser conduzir um veículo legalmente. No entanto, também pode revelar informações substanciais.

Comprar um carro sem problemas ou defeitos escondidos é como ganhar o jackpot na lotaria. Mas, graças aos VIN, a probabilidade de acertar nesse "jackpot" é muito maior.

Obter um historial automóvel transparente

O Número de Identificação do Veículo é a única coisa de que precisa, para verificar o historial de um carro. Graças ao formato global de 17 caracteres, registos de manutenção, problemas legais, danos, registos de quilometragem e outras entradas podem estar todos ligados a um código.

Isto verifica-se, mesmo se o carro tiver estado em diferentes países. As verificações de historial estão a tornar-se num hábito, para muitos compradores de carros usados, à medida que cada vez mais informações essenciais são disponibilizadas.

Determinar se os documentos do veículo são legítimos

Uma das coisas que nunca deve ignorar, quando compra um carro usado, é a verificação da correspondência entre os VIN nos documentos e no veículo. A falsificação de registos e de outros documentos legais ainda é um problema comum. Muitas pessoas caem em armadilhas de burlões, simplesmente porque não verificam se os VIN são iguais.

Verificar o equipamento e características técnicas

Procurar uma máquina com uma pintura e equipamentos específicos é uma coisa, mas verificar se estas características são originais não devia ser menos importante.

Algumas pessoas "modernizam" os seus carros, trocando assentos, para-choques, mudando a pintura ou até trocando o motor - muitas destas "modernizações" são mal instaladas ou, simplesmente, não deveriam lá estar.

Verifique sempre se a cor, motor, assentos e outras características principais, nas especificações técnicas e de equipamento originais correspondem ao próprio carro. Caso contrário, poderá descobrir estas más "modernizações" no mecânico (ou pior).

Artigo relacionado:

Diferentes métodos de identificação de veículos

O número VIN é apenas uma de várias formas de identificar um veículo. 

São necessárias várias formas de identificação, por várias razões, incluindo a deteção de vários tipos de fraude. Tendo isso em conta, o VIN ISO padrão é o método de identificação de veículos mais fiável.

Números VIN antigos

O nosso Decodificador de VIN universal não é compatível com formatos de VIN antigos, devido a uma formatação diferente. Veículos fabricados entre 1954 e 1981 usam vários formatos de VIN. Por isso, terá de encontrar uma ferramenta de pesquisa de VIN específica, para os decodificar.

Posto isto, os modelos anteriores a 1981 também podem ser roubados, danificados ou vendidos para sucata, tal como qualquer outro veículo. Como tal, os números VIN antigos ainda são necessários.

Número de chassis ou de quadro (especialmente, no Japão)

Os números VIN não são tão comuns no Japão. Em vez disso, este país, muitas vezes, usa números de chassis ou de quadro, cujo formato é completamente diferente do código padrão de 17 dígitos.

Os decodificadores comuns não reconhecem estes "números de chassis" e "números de quadro", que se encontram em veículos japoneses, pelo que terá de procurar um decodificador especificamente concebido para os mesmos.

Números de matrícula

A maioria dos países requerem que registe um veículo, para o conduzir na via pública. Isto significa que existem bases de dados que contêm dados sobre cada veículo, com base na matrícula. Muitas vezes, as verificações de matrículas são gratuitas, mas isto depende unicamente do país.

Esta verificação deverá fornecer apenas informações básicas, como a marca e modelo do veículo, título e estatuto de seguro. Adicionalmente, não é, claramente, tão útil, em situações de importações/exportações.

Relatório de histórico do veículo

Verifica o histórico de um veículo e evita problemas dispendiosos. Introduz um VIN para obteres um relatório completo.

Com a confiança de mais de 1 000 000 pessoas em mais de 25+ países

  • autobild
  • topgear
  • Forbes
  • Reuters